Sortelha

Localiza-se num cabeço granítico, inacessível pela vertente Sul. Integra o núcleo urbano da Aldeia Histórica, cercada pela linha muralhada. O castelo ocupa o local mais elevado no cimo de um penhasco isolado.

Em 1228, teve carta de foral (D. Sancho II) sendo essa a data provável da edificação do castelo. Em 1510, o foral foi renovado por D. Manuel e em 1527, foi elevado a cabeça de condado por D. João III a favor de Luís da Silveira, Guarda-mor do rei.

O perímetro urbano muralhado possui quatro portas. A Porta da Vila (ou do Concelho), a Este em arco quebrado e coberta com abóbada concordante.
A Porta Nova, no lado oposto (ou Porta Nova da Vila) com arco pleno e abóbada de berço.

A Porta Falsa, a Noroeste em arco-quebrado. Outra Porta Falsa a Sul, junto ao castelo com arcos no exterior e no interior.

Este é um castelo de montanha, românico e gótico, com intervenção manuelina. O perímetro urbano é de traçado ovalado irregular. A Cidadela está situada no lado exterior da cerca, com a Torre de Menagem, de planta quadrada no centro do recinto.

A Noroeste, localiza-se a Torre do Facho, perto da Porta Falsa. É uma Torre de planta quadrada e junto à Porta da Vila, encontra-se um torreão de vigia de planta circular e coroamento cónico. A Torre de Menagem, no centro da Cidadela tem planta quadrada e um piso.

Monsanto

monsantoNum monte, a 758 m de altitude, na margem direita do rio Ponsul, encontra-se o castelo de Monsanto. Integra a Aldeia Histórica e domina as planícies que se estendem desde a Serra da Gardunha. Após existência castreja, Monsanto tem ocupação visigótica do séc. V ao XI.

Em 1165, há uma tentativa de repovoamento e a doação a D. Gualdim Pais, Mestre dos Templários, por D. Afonso Henriques.

Em 1172, é doada à Ordem de Santiago e dois anos depois recebe carta de foral. Nessa data já existe o castelo. Em 1190, o foral é confirmado por D. Sancho I.

Tem uma arquitectura militar com três recintos muralhados, um recinto englobante de traçado ovalado; um outro, lateral, de traçado oblongo e o terceiro, interior, rectangular.

Nos reinados de D. Dinis, D. Fernando e D. João I o castelo é renovado. No século XVI possuía quatro Torres, Torre de Menagem e Cisterna.

Em 1704, é cercado pelo exército franco-espanhol e libertado pelo Marquês de Minas. Na segunda metade do séc. XVIII, a cerca muralhada é reconstruída pelo conde de Lippe. Em 1853, é extinto o concelho de Monsanto.

Piódão

piodao

Entre os morros da Serra do Açor, esconde-se uma aldeia de lousa e tradição. Piódão ergue-se encosta acima, em becos estreitos e casas alinhadas com pequenas janelas de cor azul. É aqui que se pode beber uma boa aguardente de mel ou     provar mel com avelãs.

Na época medieval, provavelmente no século XIII, surgiu um pequeno povoado que recebeu o nome de Casas Piódão.

Posteriormente foi transferido para a sua actual localização, em virtude da instalação de um mosteiro Cister, Abadia da  Ordem de São Bernardo, do qual não restam vestígios. O contraste entre o negro das casas de xisto e o branco da sua       Igreja Matriz é uma das características mais marcantes da aldeia.

A Igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição foi construída no Séc. XVII e reconstruída no final do Séc. XIX. A sua arquitectura é composta por quatro finas torres cilíndricas rematadas por cones. No centro ao cimo, encontra-se a imagem da santa padroeira.

Comments are closed.

Warning: sprintf(): Too few arguments in /htdocs/public/www/wp-includes/widgets.php on line 1042
Copyright © 2012-2013 Casa da Risca. Designed by Klasik Themes.
Quinta da Risca 14 A 6215-555 Unhais da Serra Tel. 275 97 14 14 Tel/mov. 93 932 10 59